Vídeo: âncora da Globo chama repórter de Zelda m*rda e web revive meme – Metrópoles

 Vídeo: âncora da Globo chama repórter de Zelda m*rda e web revive meme – Metrópoles
Compartilhe


Metropóles
atualizado
Mais de 20 anos se passaram e conseguiram reviver um meme. Ana Paula Campos estava apresentando o SP1, nesta segunda-feira (22/01), quando chamou a repórter Zelda Mello para falar sobre construções de apartamentos em Guaianases, na zona leste de São Paulo. Ao falar o sobrenome da colega, ela a chamou de Zelda m*rda, assim como William Waack fez em 2001.
“São imóveis com financiamento sem juros para famílias que ganham até cinco salários mínimos por mês. A Zelda m*rda… Zelda Mello está lá em Guaianases”, declarou Ana Paula, que está substituindo Alan Severiano no programa.
A jornalista não se mostrou surpresa com a confusão, apenas deu um meio sorriso e seguiu com a matéria. No Twitter, os internautas não perdoaram e se divertiram:
“Zelda M*rda, o retorno 🤣”, brincou um. “Remake na Globo está tão na moda que rolou o remake do Zelda M*rda”, comparou outro. “Meu senso de humor é me contorcer de rir com o replay de Zelda M*rda”, comentou um terceiro. “Fica todo mundo na hora de chamar ela ‘não posso chamar de Zelda m*rda, não posso chamar de Zelda m*rda’. E o cérebro: ‘Opa, saindo um Zelda m*rda no capricho’”, declarou mais uma.
Rodrigo Bocardi e Glória Vanique, apresentadores do Bom Dia São Paulo, da TV Globo, se confundiram durante a apresentação do telejornal, em 2020. O caso aconteceu durante a reportagem de uma ambulância que colidiu contra um poste na avenida Washington Luís, na zona sul da capital paulista.
Enquanto a repórter Zelda Mello, a bordo do helicóptero da emissora, mostrava o veículo, os apresentadores comentaram o caso: “Uma ambulância de Itu. A gente fala Itu porque está escrito”, disse Bocardi.
TV Globo Reprodução/Globo
TV Globo Reprodução/Globo
TV Globo Reprodução
Reprodução
William Waack Divulgação
Waack é colunista da CNN e do Estadão Reprodução/RedeTV!

YouTube/Reprodução
TV Globo/Reprodução
No retorno do intervalo, o jornalista, já ciente do erro, escondeu o rosto com a mão e brincou com a colega de bancada: “Você está com coragem de encarar a câmera?”, questionou. “Essa a gente merece”, disse Glória, aos risos.
“Nossa, que vergonha, que bola fora… É um acidente algo muito triste, mas a gente está aqui de alguma maneira rindo do nosso equívoco, porque eu fui lá e disse Itu e é UTI (unidade de terapia intensiva)…”, corrigiu o jornalista.
“É para ler do retrovisor [do carro]”, explicou Glória, acrescentando que a palavra ambulância também é escrita ao contrário pelo mesmo motivo. “Jornalismo ao vivo, acontece”, finalizou.
Todos os direitos reservados
Quais assuntos você deseja receber?
Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:
1.
Mais opções no Google Chrome
2.
Configurações
3.
Configurações do site
4.
Notificações
5.
Os sites podem pedir para enviar notificações
Você quer ficar por dentro da coluna Fábia Oliveira e receber notificações em tempo real?

source