Ex-repórter da Globo reclama de injustiça e pressão para emagrecer – Terra

 Ex-repórter da Globo reclama de injustiça e pressão para emagrecer – Terra
Compartilhe

Em entrevista aos jornalistas Aline Bordalo e Alexandre Araújo, do podcast ‘SobreTudo’, o repórter esportivo Fernando Saraiva, comentarista da ESPN e TV Flu, comentou sobre os 22 anos que trabalhou entre TV Globo e SporTV, canais do mesmo grupo de comunicação. 
Questionado se foi “tão aproveitado quanto merecia”, ele desabafou. “O que acontece? A nossa profissão é subjetiva. A gente não trabalha com número, métrica, meta, resultado. Vai ter alguém que gosta da sua voz, vai ter quem não gosta. Acha que seu cabelo é assim ou assado”, disse. 
“Em grandes empresas, e principalmente na TV Globo, a vaidade é imensa. O ego das pessoas é imenso. Existe muito networking, boas relações. Eu sempre procurei me relacionar bem com todo mundo. Só que eu nunca puxei o saco de ninguém.” 
Saraiva disse que o “povo do ar-condicionado”, que trabalha no conforto da redação, cria relação de amizade, “a gente chama de panela”. “Normalmente, essas pessoas nunca trabalharam na essência da nossa profissão, que é na rua”, afirmou. “Ali é tudo simpatia, tudo pela amizade.” 
O veterano da cobertura esportiva contou um episódio com seu então chefe na TV Globo. “Primeira matéria que fiz para o Jornal Nacional foi em 2007. Simplesmente recebo um e-mail do João Pedro Paes Leme dizendo assim: ‘vi hoje sua matéria no Jornal Nacional, você está gordo, bolachudo. Se não emagrecer cinco quilos em 45 dias, te tiro do vídeo’. Assim, um e-mail. Eu tenho esse e-mail, tenho esse e-mail impresso. Falou isso.” 
Saraiva prosseguiu com o relato. “Eu respondi: ‘poxa, vou encarar esse seu comentário como algo de um irmão mais velho, um conselho’. E ele sempre foi gordo. Vamos combinar que o João Pedro sempre foi gordo, sempre foi bolachudo.” 
O repórter disse ainda ter sido questionado por fumar e usar bombinha de asma atuando no jornalismo esportivo. Em 2009, ao ser transferido do departamento de Esporte da Globo para o SporTV após uma crise pessoal, ele achou que era “um rebaixamento”. A avaliação mudou ao receber apoio no novo ambiente de trabalho. “Foram os melhores anos da minha vida profissional.”
Fernando Saraiva deixou o Grupo Globo em outubro de 2021. Trechos abordados neste post estão reproduzidos abaixo, em vídeos do canal ‘SobreTudo Podcast’.
O blog deixa espaço aberto aos citados.


+Os melhores conteúdos no seu e-mail gratuitamente. Escolha a sua Newsletter favorita do Terra. Clique aqui!

source