Ator e diretor de Terra e Paixão sofrem grave denúncia nos bastidores da Globo – RD1 – Terra

 Ator e diretor de Terra e Paixão sofrem grave denúncia nos bastidores da Globo – RD1 – Terra
Compartilhe

Terra e Paixão chegou ao fim na noite desta sexta-feira (19), mas uma bomba envolvendo os bastidores da trama veio à tona nesta semana.

Em meio ao burburinho das cenas finais que revelaram os principais destinos dos protagonistas da história, a notícia de que aconteceu uma denúncia na Globo pegou muita gente de surpresa.
De acordo com fontes da colunista Fábia Oliveira, do Metrópoles, um ator e um diretor do folhetim do horário nobre foram levados ao Compliance da emissora carioca.
Ivo Granda foi escalado para participar da história de Walcyr Carrasco como Frank, empresário que descobriu Kelvin (Diego Martins) como cantor no bar.
O rapaz até apareceu em alguns capítulos da novela e sumiu um tempo depois, sem mais detalhes. A ideia inicial não era que a passagem dele fosse tão rápida, mas isso precisou ser feito.
Rumores davam conta de que o artista também estaria na reta final com o garçom, mas isso não aconteceu graças à denúncia que chegou aos ouvidos da empresa.
A Globo descobriu que o famoso estava mantendo uma relação com o diretor da obra, Emmer Lavinni, e ele foi quem teria escalado o rapaz para o projeto, o que teria gerado um mal-estar no elenco.
O canal, aliás, tem uma regra para que autores, diretores e outras pessoas não priorizem parentes, familiares, namorados e afins nas tramas em que estão trabalhando, para evitar um possível desfavorecimento de outros profissionais.
Procurada, a empresa alegou que não existe, de fato, uma proibição de relacionamento entre colegas de trabalho e que o Código de Ética da casa “aponta uma série de comportamentos, de diferentes naturezas, que devem ser evitados para impedir conflito de interesses”.
Esse conteúdo não pode ser exibido em seu navegador.
Esse conteúdo não pode ser exibido em seu navegador.

source