A queda do chefão do Globoplay: Confira os bastidores da Globo – NaTelinha

 A queda do chefão do Globoplay: Confira os bastidores da Globo – NaTelinha
Compartilhe

Publicado em 05/02/2024 às 14:44,
atualizado em 05/02/2024 às 15:16
A  saída de Erick Brêtas, chefão do Globoplay nos últimos 5 anos, foi anunciada pelo Grupo Globo nesta segunda-feira (5) e surpreendeu o mercado. O NaTelinha apurou que um dos principais motivos foi a forte pressão da cúpula da maior empresa de comunicação do país para que sua plataforma digital deixasse de dar prejuízo. No lugar de Brêtas foi designado Manuel Belmar, diretor financeiro da Globo, que terá a missão de alcançar o equilíbrio operacional no caixa, o break even point.
Segundo fontes consultadas pela reportagem, Erick Brêtas teria prometido que o Globoplay conseguiria igualar os custos e despesas operacionais com a receita em 2024. No entanto, já existem estudos que indicam que isso não será possível. Depois, ele teria adiado o tão desejado equilíbrio financeiro para 2026. A situação gerou dúvidas internas sobre a gestão do executivo e a pressão aumentou.
Globo prepara saída de Boninho e “super BBB” para 2025 
+ Lucas Guimarães segue confirmado no SBT e programa vira o mais complexo da nova grade
Segundo o jornalista Daniel Castro, do Notícias da TV, a decisão de sair do Globoplay partiu do próprio Erick Brêtas.
Manuel Belmar, que assumiu o comando do Globoplay no lugar de Brêtas, tem autonomia para tomar as medidas necessárias para conter o prejuízo do streaming. A venda de conteúdo para outras plataformas, como os grandes estúdios de Hollywood voltaram a fazer, não está descartada, apurou a reportagem. 
A queda do chefão do Globoplay: Confira os bastidores da Globo
O prejuízo do Globoplay, que derrubou o seu principal executivo, serve de alerta para outras emissoras brasileiras. Se a maior produtora de conteúdo audiovisual do mundo, líder absoluta na TV aberta, não consegue transformar o modelo de negócio da plataforma digital em lucro, que dirá SBT, Record e Band.
Atualmente, o SBT está investindo no seu aplicativo, chamado +SBT. A data de lançamento ainda não foi anunciada. No mercado, há quem sustente que empresa que produz, não distribui.
No final de 2023, os estúdios Disney e Warner Bros. voltaram a negociar seus filmes e séries com a Netflix, após retirarem todo o seu portfólio da plataforma para apostarem em seus streamings próprios. O modelo de negócio não deu certo. Nos bastidores, há uma dificuldade de monetizar esses aplicativos e o mercado busca um modelo ideal que até agora ninguém encontrou.
Em comunicado divulgado, Paulo Marinho, Diretor-presidente da Globo, se despediu assim do executivo: 
Em 2019, Eric Bretas substituiu o executivo João Mesquita, que saiu da empresa para comandar a Prime Vídeo Brasil. Bretas foi responsável pelo lançamento do serviço de streaming em 2015 e também acumulou suas responsabilidades com a direção do Hub Globo Silicon Valley, que já liderava desde o final de 2017.
Há alguns meses, Erick Brêtas me procurou para compartilhar suas reflexões a respeito do seu momento de carreira e me lembrar que neste primeiro trimestre de 2024 o Globoplay estaria atingindo os objetivos combinados entre a empresa e ele em 2019, quando reassumiu o comando da plataforma. Seu dever estava cumprido e, após 26 anos de dedicação à Globo, ele desejava seguir por novos rumos profissionais, com a segurança de que a estratégia digital da empresa está consolidada e seguirá seu caminho de sucesso. 
 Erick construiu um legado, imprimindo sua marca em cada etapa, sempre com vontade de fazer diferente, transformar e inovar. Começou como estagiário em abril de 1997 e seguiu sua trajetória no Jornalismo da TV Globo, onde ocupou posições de destaque como editor-chefe do ‘Jornal da Globo’ e diretor regional de Jornalismo do Rio. Nesta posição, aliás, foi um dos líderes do time que conquistou o Emmy Internacional, em 2011, na categoria Notícias. Seu perfil inquieto e curioso fez com que desbravasse outras oportunidades, mergulhando no digital. Mais tarde, em 2015, essa sua busca pelo novo o conduziria até a liderança da criação do Globoplay, que contribuiu para reafirmar nossa estratégia de aproximação e oferta direta ao consumidor brasileiro. 
 Para avançarmos, era necessário conhecer outros mercados, mapear novos parceiros, oportunidades de investimentos e buscar o que de mais moderno existia no polo de inovação do mundo: o Vale do Silício. Lá, como diretor de negócios, Erick conectou a Globo a empresas de ponta em tecnologia, que contribuíram para acelerar nosso processo de transformação digital. Após quase dois anos de vivência fora do país, retornou para reassumir o Globoplay, trazendo na bagagem o repertório necessário para alavancar a evolução da nossa plataforma. 
 Durante a unificação das empresas, Erick conduziu a criação da área de Produtos e Serviços Digitais, que concentrou, além da nossa plataforma de streaming, um portifólio de sites e produtos que lideram seus segmentos no ambiente digital – G1, GE, GShow, Globo.Com e Cartola. Alguns anos depois, assumiu Canais Pagos, Negócios Internacionais e Globo Filmes, resultando na diretoria de Produtos Digitais e Canais Pagos. 
No Globoplay, a diversidade de conteúdos representada pelos canais da Globo e pelo nosso portfólio de originais atraiu milhões de assinantes e consolidou nosso serviço como um dos poucos players regionais de streaming capazes de competir, em seu país, com as plataformas globais. Erick se despede, deixando marcos importantes para Globo e para todos nós. 
 Para assumir a liderança de Produtos Digitais e Canais Pagos, convidei Manuel Belmar, atual diretor de Finanças, Jurídico e Infraestrutura, área que continuará sob sua gestão. 
Belmar tem uma trajetória executiva sólida e de sucesso, dentro e fora da Globo. Ingressou no Grupo em 2003, como gerente-geral de tesouraria na Infoglobo, e posteriormente foi promovido a diretor financeiro. Em 2009, assumiu a diretoria financeira e de gestão da Globosat. Alguns anos depois, ampliou seu escopo, tornando-se diretor de operações, tendo também entre suas responsabilidades as frentes de tecnologia e engenharia, vendas de publicidade e transformação digital. Durante o Programa UMASOGLOBO, liderou o grupo que trabalhou na construção da visão e do modelo D2C – direct to consumer– agregando com sua capacidade estratégica apurada e domínio do nosso negócio e do mercado. Seu estilo de liderança é reconhecido por todos e muito alinhado aos nossos valores e à nossa Cultura. 
 Belmar seguirá os compromissos de buscar cada vez mais o crescimento dos produtos digitais da Globo, gerir o portifólio da área de Produtos Digitais e Canais Pagos, garantindo o equilíbrio entre os modelos de negócio, e explorar diferentes segmentos, de acordo com a evolução de hábitos do consumidor, mantendo o foco em resultados cada vez mais relevantes e que atendam às necessidades do público brasileiro, hoje e no futuro. 
 Em meu nome e da minha família, agradeço ao Erick pelo comprometimento e pela dedicação à Globo ao longo destes anos. Ao Belmar, desejo muito sucesso no novo desafio.”.
Enviar notícia por e-mail
Compartilhe com um amigo
Reportar erro
Descreva o problema encontrado

source